Como Fazer um Diagnóstico e Levantamento de Acervo

Como Fazer um Diagnóstico e Levantamento de Acervo

O Levantamento de Acervo é um importante instrumento de planejamento, que tem como objetivo analisar e organizar as informações relativas aos acervos museológicos, identificando as necessidades do museu em relação às suas coleções.

Nesse outro artigo, falamos sobre as Potencialidades da Documentação Museológica que uma das primeiras etapas da Documentação Museológica é o Levantamento de Acervo. Mas afinal, qual a importância de se realizar um Levantamento de Acervo?

A relevância do Levantamento de Acervo está centrada na identificação dos objetos que são salvaguardados pelo museu, resultando numa análise da sua situação atual e dos seus respectivos problemas.

É durante o Levantamento de Acervo que serão levantadas as informações preliminares dos objetos, tendo como resultado a capacidade para se promover o entendimento do sistema documental vigente ou que será adotado pelo museu.

Por Que Fazer um Levantamento de Acervo?

Porque o Levantamento de Acervo é o primeiro passo a ser realizado na ação documental dos objetos salvaguardados pelo museu.

Grande parte das instituições museológicos não possui um bom sistema de documentação museológica e o Levantamento de Acervo passa a ser a primeira convenção para a decodificação do acervo museológico.

Moro (1986) define por convenção o conjunto de regras estabelecidas como base para a interpretação de um acervo, dentro de um sistema de documentação, sendo portando indispensável para o desempenho de toda a proposta.

Outros pontos pertinentes que justificam o Levantamento de Acervos seriam:

  • Ausência de documentação museológico
  • Formação das coleções sem critérios
  • Desconhecimento do número de objetos salvaguardados
  • Ausência de uma política de aquisição
  • Ausência de um sistema de controle do acervo
  • Constituição de acervo permanente da instituição sem atender as normas técnicas
  • Ausência de identificação ou informações imprecisas sobre o acervo

A realização de um Levantamento de Acervo se justifica não só por ser este um momento de aprofundamento dos problemas, mas sobretudo, por ser um procedimento capaz de verificar com dados concretos a realidade do museu perante o seu acervo.

 

Como fazer um Levantamento de Acervo?

O Levantamento de Acervo passa a ser uma etapa importante no processo de reconhecimento do acervo museológico. É por meio dele que se adotam as primeiras convenções e propostas metodológicas, essenciais em todo o processo de decodificação do acervo museológico.

O Levantamento de Acervo pode ser dividido em:

  • Elaboração da etiqueta para marcação provisória
  • Sistema de numeração das peças
  • Diagnóstico de Acervo

Fale Conosco Agora via WhatsApp

Levantamento de Acervo e Etiqueta para Marcação Provisória

Geralmente a marcação provisória é feita através da anexação de etiquetas amarradas com fios, diretamente na peça. O tipo de etiqueta ideal é a de papel de cor natural, não ácido, amarrada com fio de algodão, seda ou nylon (dependendo da peça), trazendo os números escritos de forma bem clara e uma identificação básica descritiva da peça e do que se propõe. Esta identificação se faz ainda mais obrigatória quando a peça nunca foi anteriormente marcada, pois sendo a etiqueta apenas atada na peça há sempre o perigo de soltar-se e a peça ficar sem referência.

Este tipo de marcação também é usado como marcação complementar nas reservas técnicas e áreas de estudo e conservação, pois proporciona uma identificação rápida e fácil, evitando o manuseio excessivo da peça durante a averiguação.

Etiqueta do Levantamento de Acervo do Memorial do Instituto Federal de Santa Catarina.

Levantamento de Acervo e Sistema de Numeração

A adoção de um sistema de numeração permite a contagem de todos os objetos que compõem o acervo do museu. É, portanto, o primeiro reconhecimento detalhado dos objetos, resultando no número exato de itens.

O Levantamento de Acervo deixa evidente que a ausência de uma documentação museológica pode prejudicar e até mesmo fragilizar os trabalhos junto ao acervo de uma instituição, à medida que se desconheça o número total de objetos de um museu.

O museu deve escolher qual o sistema de numeração mais apropriado, de acordo com suas necessidades. O mais recomendado é o sistema de numeração alfanumérico.

A numeração alfanumérica é a codificação elaborada a partir de letras e números. Para a numeração das coleções, recomenda-se a o modelo bipartido ou tripartido. O primeiro (alfanumérico bipartido) traz a sigla da instituição e o número do objeto; o segundo, (alfanumérico tripartido) geralmente apresenta a sigla da instituição, uma sigla ou divisor de coleção e o número do objeto.

O sistema de numeração é um assunto complexo e que será abordado futuramente, em outro texto.

 

Levantamento de Acervo e Diagnóstico do Acervo

Por meio do Levantamento de Acervo é que o museu evidenciará as primeiras impressões sobre os objetos por ele salvaguardados. Para esta etapa de trabalho, recomenda-se a elaboração de uma Tabela de Levantamento do Acervo.

A Tabela de Levantamento do Acervo evidencia que a ausência de uma documentação museológica pode prejudicar e até mesmo fragilizar os trabalhos junto ao acervo de uma instituição, à medida que se desconheça o número total de objetos.

Somente a partir da inserção da todos os objetos numa planilha é que a instituição tomará ciência sobre o número real de objetos por ela salvaguardados, além de informações preliminares sobre o seu estado de conservação e sobre a classificação dos acervos segundo suas tipologias.

Tabela de Levantamento de Acervo do Museu Irmão Luiz Godofredo Gartner, Corupá/SC

Tabela de Levantamento de Acervo do Museu Irmão Luiz Godofredo Gartner, Corupá/SC

O Levantamento de Acervo é um procedimento complexo e requer conhecimento e discernimento técnico. Deve ser realizado com equipe capacitada, sob consultoria e coordenação de museólogo, conforme estabelecido pela Lei 2.282, de 18 de janeiro de 1984, que dispõe sobre a regulamentação de museólogo.

Conheça Nossa Ferramenta Para Diagnóstico de Acervo

A Tríscele elaborou uma plataforma online para que você possa realizar o diagnóstico do seu museu. Trata-se de uma ferramenta interativa que serve evidenciar as potencialidades interdisciplinares da museologia e a sua capacidade de incorporar linguagens provenientes de outras áreas. No caso dessa ferramenta para Diagnóstico de Acervo, a tecnologia tem se revelado uma forte aliada. Para os museus, a revolução digital também é uma realidade e tem modificado o próprio vocabulário dessas instituições. A inserção das tecnologias levou os museus a uma autocrítica e autorreflexão. Hoje os museus promovem o compartilhamento de coleções e espaços, a criação de conexões com seus usuários, mesmo com aqueles que antes pareciam mais distantes.

O Diagnóstico de Acervo que elaboramos é uma ferramenta inovadora! Ele foi estruturado em etapas que avaliam cada uma das dimensões da Documentação Museológica. Ao término das respostas que o usuário fornece, nossa assistente virtual avalia cada uma delas, apresentando em seguida um Diagnóstico de Acervo para o  museu. Trata-se, portanto, de um importante instrumento de planejamento, que tem como objetivo analisar e organizar as informações relativas aos acervos museológicos, identificando as necessidades do museu em relação às suas coleções.

Que tal realizar o seu Diagnóstico de Acervo? É simples e gratuito, 100% online!

Clique na imagem abaixo e faça o Diagnóstico de Acervo do seu museu.

Fale Conosco Agora via WhatsApp

A Tríscele tem desenvolvido diversos trabalhos de Documentação Museológica. Caso sua instituição deseje começar este importante instrumento de planejamento, estaremos dispostos a ajudar.

Publicado por na(as) categoria(as) Documentação, Triscele.

Museólogo com mestrado em Turismo e Hotelaria. Desenvolve consultorias e pesquisas relacionadas a Serviços Turísticos, Planejamento do Turismo, Desenvolvimento Local e Turismo Cultural. Na área de Museologia, atua principalmente nos seguintes temas: Gestão Museológica, Design Gráfico, Expografia e Documentação Museológica. Pesquisa estudos em Patrimônio Imaterial, Patrimônio Industrial e Patrimônio Alimentar.

Comentários para "Como Fazer um Diagnóstico e Levantamento de Acervo".

  1. Railda Lemos Sampaio: disse:

    Olá, hoje estou conhecendo a plataforma Tríscele, com a certeza de que vou gostar muito, sou museóloga, autônoma na cidade de Salvador, e minha área de atuação que amo são a conservação e a documentação de acervo. Vou “devorar”, na medida do possível, todos os seus artigos, rsrsrsrs

  2. Adilson Nunes de Oliveira · museólogo - Diretor do MUSEU PAULO FIRPO- Dom Pedrito /RS : disse:

    Leio, sempre com extremada atenção os artigos, e repasso aos colegas da instituição e da Região Museológica que coordeno há muitos anos. Tenho experiência de 40 anos em atividade de museólogo e de diretor do Museu Paulo Firpo- Dom Pedrito RS . E muitos anos, como Coordenador da VI RM – SISTEMA ESTADUAL DE MUSEUS RS . Os artigos são excelentes e com eles, creio, os diretores , ao menos, refletem sobre a complexidade do trabalho e da responsabilidade social dos museus.Obrigado por me incluirem na lista de email dessa empresa . Parabéns pelo trabalho !

    1. Jonei Bauer: disse:

      Olá Sr. Adilson Nunes de Oliveira, obrigado pelas considerações positivas em nossos artigos. A Tríscele é uma empresa que presta consultoria para museus e o foco dos nossos artigos tem sido justo o de compartilhar o conhecimento.
      O Senhor, pela experiência que acumula em mais de 40 anos enquanto museólogo pelo SEM/RS e pelo Museu Paulo Firpo, conhece bem a nossa realidade museológica, onde a troca de ideias é sempre bem-vinda e contribui para o fortalecimento dos nossos espaços museológicos.
      O que nos tem motivado é a certeza de que os nossos projetos provocam mudanças positivas nos museus. Seja na gestão desses espaços, no planejamento de novas exposições ou na programação de novos atrativos e atividades.
      Estamos sempre à disposição.
      Equipe Tríscele

Deixe o seu comentário. Queremos ouvir a sua opinião.

dezessete − cinco =

Que tal Realizar o seu Diagnóstico de Acervo?

É Simples, Gratuito e 100% Online!

chat seta
fale com a Tríscele