Potencialidades da documentação museológica

Potencialidades da documentação museológica

Catalogação, histórico e registro do acervo, documentação museológica e marcação… por que são necessárias? Além de serem atividades que estão sempre em desenvolvimento, também não são vistas nem sentidas diretamente pelo público. Então por que são importantes?

Em “documentação museológica e sistemas informatizados” evidenciamos algumas razões que revelam a importância da implantação e manutenção dos registros de acervo.

Partindo do entendimento de que o objeto por si só não é suficiente, as ações de documentação tornam-se vitais aos museus.

A documentação museológica em exposições

Em muitos casos, os objetos expostos são inseridos na exposição juntamente com itens cenográficos. Isso para facilitar o entendimento do usuário em relação ao tema e objetivo da exposição. Dessa forma, e de outras muitas, o objeto em si é insuficiente.

Documentação Museológica em Exposições - Tríscele

Primeiro módulo expositivo da expografia. Apresenta a historiografia da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus e do seu fundador, Padre Dehon. Contém, ainda, uma vitrina com objetos de liturgia da Igreja Católica.

Imagine uma sala, de uma cor neutra, com uma xícara em algum lugar… Sem mais nenhuma informação. Você passaria direto pela sala, ou entraria nela? Saberia dizer qual o objetivo da exposição? Qual o tema? Ou ainda se isso seria uma exposição? Poderia “dar asas à imaginação” e bolar inúmeras teorias sobre a sala e a xícara. Mas a verdade é que o espaço vazio não informa, questiona ou insere algo novo em sua vida.

Agora, imagine uma exposição sobre genética molecular bacteriana. Você sabe que a exposição tem esse tema desde o momento que entra no espaço. A exposição possui vários exemplares estranhos aos olhos leigos. Está rica em informações que, aparentemente referem-se ao tema, mas em linguagem específica da área. Desta forma, os usuários que não estiverem inseridos nesse campo, não entenderão a exposição.

As duas situações exemplificadas acima são contrastantes. A primeira, aparentemente, não transmite qualquer informação ao usuário. Já o segundo exemplo apresenta todas as informações possíveis sobre o tema, direcionando a exposição a usuários específicos, sobrecarregando-os devido a quantidade de conteúdo exposto.

No caso de exposições, é sempre recomendável que a equipe esteja atenta à carga expositiva destas. Para conhecer mais sobre este assunto, leia também este artigo sobre Exposições Interpretativas.

De onde vem as informações que dão forma e conteúdo às exposições? Não são dados aleatórios, e muito menos fruto de uma breve e superficial pesquisa na internet.

Registro de informações do acervo como resultado de atividades diárias nos museus

As informações dispostas nos museus resultam de pesquisas históricas, buscas constantes e evidencias que legitimam o objeto e narrativa histórica.

O registro das informações relacionadas ao acervo museológico deve ser considerado como uma das atividades basilares do museu.

Potencialidades da Documentacao Museologica Triscele
É a partir das informações registradas que os museus desenvolvem e promovem pesquisas, exposições, ações educativas, publicações periódicas, entre outros.

Com base no conteúdo registrado, o museu fortalece a sua importância social, política, histórica e cultural. Possibilitando a aproximação e apropriação dos usuários ao acervo. Dessa forma, essa torna-se uma atividade diária e legitimada nestas instituições.

Fale Conosco Agora via WhatsApp

Entendemos que museus são, muitas vezes, locais de passeio, onde as famílias vão aos fins de semana. Mas também são lugares onde os turistas buscam mais informações sobre a cidade e sua cultura. São espaços de produção e disseminação de conhecimentos, questionamentos e reflexões acerca dos mais variados temas.

Então os museus, instituições fomentadoras de conhecimento, não podem pecar em relação a sua documentação museológica.

Com a promessa de facilitar e simplificar ao máximo a tarefa da documentação museológica, nós desenvolvemos o Sylloge. Uma plataforma completa para cadastro e gerenciamento de acervo, 100% online. Acesse este link e cadastre a sua instituição para um plano gratuito.

Caso precise, os museólogos da Tríscele estão qualificados para dar orientações e consultorias sobre documentação. Ligue pra gente: (48) 3025-7922

Documentação museológica - Tríscele

Publicado por na(as) categoria(as) Documentação, Museu, Triscele.

Museólogo com mestrado em Turismo e Hotelaria. Desenvolve consultorias e pesquisas relacionadas a Serviços Turísticos, Planejamento do Turismo, Desenvolvimento Local e Turismo Cultural. Na área de Museologia, atua principalmente nos seguintes temas: Gestão Museológica, Design Gráfico, Expografia e Documentação Museológica. Pesquisa estudos em Patrimônio Imaterial, Patrimônio Industrial e Patrimônio Alimentar.

Comentários para "Potencialidades da documentação museológica".

  1. Vivianne: disse:

    Gostaria de saber mais informações sobre o sistema de catalogação e gestão do patrimônio museológico. É disponibilizado ou vendido ? Se vendido qual o valor?
    Desde já agradecida

    1. Saty Jardim: disse:

      Olá Vivianne. O Sylloge é um software para gerenciamento de acervos museológicos que preserva as informações em uma plataforma online de modo personalizado, eficiente e seguro; é uma ferramenta de gestão, de catalogação e de informatização dos objetos do museu. O Software está disponível em um plano gratuito, além de planos mensais, dependendo do tamanho da instituição e quantidade de itens no acervo. Solicite uma conta gratuita para experimentar.

Deixe o seu comentário. Queremos ouvir a sua opinião.

cinco + 10 =

Que tal Realizar o seu Diagnóstico de Acervo?

É Simples, Gratuito e 100% Online!

chat seta
fale com a Tríscele