Plano Museológico

A Tríscele desenvolve Diagnósticos e Plano Museológico em consonância com as diretrizes e leis vigentes; sabendo que é dever de todos os museus elaborá-los e implementá-los, pois são ferramentas imprescindíveis aos trabalhos desenvolvidos pelo museu, estabelecendo a sua visão, a sua direção e os seus caminhos.

Por seu caráter político, técnico e administrativo, o Plano Museológico é instrumento fundamental para a sistematização do trabalho interno e para a atuação do museu na sociedade. É o documento que fortalece e reafirma a importância do museu em todos os aspectos, tanto em sua imagem externa como nas metas e estratégias a serem conhecidas e compartilhadas.

A TRÍSCELE atua na execução de diagnósticos museológicos que por conseguinte darão o aporte teórico e metodológico à elaboração do Plano da instituição.

O que é um Plano Museológico?

O Plano Museológico é o documento que fortalece e reafirma a importância do museu em todos os aspectos, tanto em sua imagem externa como nas metas e estratégias a serem conhecidas e compartilhadas. Alçado em um conjunto de Programas e Projetos, consonantes às diretrizes e leis museológicas vigentes, é dever de todos os museus elaborá-los e implementá-los.

Como é elaborado o Plano Museológico?

A elaboração do Plano Museológico baseia-se em diagnóstico completo da instituição, levando em conta os pontos fortes e frágeis, as ameaças e oportunidades, os aspectos socioculturais, políticos, técnicos, administrativos e econômicos pertinentes à atuação do museu. Recomenda-se que o Plano Museológico seja elaborado, preferencialmente, de forma participativa, envolvendo o conjunto dos funcionários dos museus, além de especialistas, parceiros sociais, usuários e consultores externos, levadas em conta suas especificidades.

Plano Museológico e a Legislação

O Estatuto de Museus (Lei 11.904 de 14 de janeiro de 2009) em sua Seção III, artigos 44 a 47, dispõe sobre o Plano Museológico:

Art. 44. É dever dos museus elaborar e implementar o Plano Museológico.
Art. 45. O Plano Museológico é compreendido como ferramenta básica de planejamento estratégico, de sentido global e integrador, indispensável para a identificação da vocação da instituição museológica para a definição, o ordenamento e a priorização dos objetivos e das ações de cada uma de suas áreas de funcionamento, bem como fundamenta a criação ou a fusão de museus, constituindo instrumento fundamental para a sistematização do trabalho interno e para a atuação dos museus na sociedade.
Art. 46. O Plano Museológico do museu definirá sua missão básica e sua função específica na sociedade e poderá contemplar os seguintes itens, dentre outros:
I – o diagnóstico participativo da instituição, podendo ser realizado com o concurso de colaboradores externos;
II – a identificação dos espaços, bem como dos conjuntos patrimoniais sob a guarda dos museus;
III – a identificação dos públicos a quem se destina o trabalho dos museus;
IV – detalhamento dos Programas.

§ 1o Na consolidação do Plano Museológico, deve-se levar em conta o caráter interdisciplinar dos Programas.
§ 2o O Plano Museológico será elaborado, preferencialmente, de forma participativa, envolvendo o conjunto dos funcionários dos museus, além de especialistas, parceiros sociais, usuários e consultores externos, levadas em conta suas especificidades.
§ 3o O Plano Museológico deverá ser avaliado permanentemente e revisado pela instituição com periodicidade definida em seu regimento.

Art. 47. Os projetos componentes dos Programas do Plano Museológico caracterizar-se-ão pela exequibilidade, adequação às especificações dos distintos Programas, apresentação de cronograma de execução, a explicitação da metodologia adotada, a descrição das ações planejadas e a implantação de um sistema de avaliação permanente.

Programas e Projetos do Plano Museológico

  1. Programa e Projetos Institucionais
  2. Programa e Porjetos de Gestão de Pessoas
  3. Programa e Projetos de Acervos
  4. Programa e Projetos de Exposições
  5. Programa e Projetos Educativo e Culturais
  6. Programa e Projetos de Pesquisa
  7. Programa e Projetos Arquitetônico-urbanístico
  8. Programa e Projetos de Segurança
  9. Programa e Projetos de Financiamento e Fomento
  10. Programa e Projetos de Comunicação
  11. Programa e Projetos de Acessibilidade a Todas as Pessoas
Leia mais

O que é Plano Museológico?

diagnósticos museológico, gestão, missão, Plano Museológico, Programas, Projetos

O Plano Museológico é um espelho do museu e é, ao mesmo tempo, o reflexo do que o museu quer e pretende chegar a...

Leia mais

Plano Museológico: Museu Irmão Luiz Godofredo Gartner

Corupá, Museologia, Museu Irmão Luiz, Plano Museológico, Programas e Projetos, Seminário

“O futuro talvez seja a dimensão de tempo em que melhor se enquadre o momento que o Museu Irmão Luiz Godofredo...

Diagnóstico Museológico

Pesquisas qualitativas e quantitativas; programas de gestão de pessoas; organogramas – atribuições e competências em um espaço museológico; caminhos e trajetórias.

Identidade Institucional

Definição operacional: missão, visão e valores do museu. Para onde, com quem e como vamos; do campo de atuação, da função social, das metas e objetivos da instituição.

Análise SWOT

Ferramenta utilizada para fazer análise ambiental, sendo a base da gestão e do planejamento estratégico do museu. Analisa os pontos fortes e as fraquezas (interno) e as oportunidades e as ameaças (externas) da instituição.

Programas

Programa institucional; programa de gestão de pessoas, programa de acervos; programa de exposições; programa educativo e cultural; programa de pesquisa; programa arquitetônico; programa de segurança; programa de financiamento; programa de difusão e divulgação.

Metas Estratégicas

Plano de ações e metas desejáveis e projetadas a curto e longo prazo para a instituição museológica;

Revisão de Documentação

Documentação para o desenvolvimento do Plano Museológico; decreto-lei, portaria ou ato normativo; estatuto e regimento interno.