Como evitar erros comuns de SEO

Como evitar erros comuns de SEO

Aqui em nosso blog você pode achar muitos artigos falando sobre SEO. Buscamos sempre a melhor forma de fazer um site se destacar na lista de resultados dos motores de busca.

Nós não focamos apenas em aspectos técnicos do site, mas também vemos o conteúdo e a Experiência do Usuário (UX) como uma parte importante do SEO. Portanto, as dicas presentes neste artigo não irão abordar apenas a definição estrita de SEO, mas também uma grande variedade de outros aspectos que os donos de sites também devem prestar atenção, assim como corrigir e evitar erros comuns de SEO.

1. Esquecer que mais rápido é melhor

O primeiro ponto a ser observado é a velocidade do site. Quanto mais rápido for seu site, mais favorecido ele será pelo Google. Aqui está uma ferramenta muito útil do Google para que você possa checar a velocidade do seu site:  Google PageSpeed Insights. Essa ferramenta lhe dará uma visão geral sobre os aspectos que necessitam de melhoria para incrementar a velocidade de uma página em particular.

Como evitar erros comuns de SEO - Google PageSpeed Insights - Tríscele

Uma das recomendações mais frequentes dadas, é de otimizar suas imagens. Muitos websites possuem imagens que são relativamente grandes, que levam muito tempo para carregar. Redimensionar suas imagens pode aumentar a velocidade de carregamento. Se você possui um site WordPress, essa tarefa torna-se simples de ser feita por meio da instalação de plug-ins que fazem a tarefa para você.

Outra dica importante é habilitar o cache do navegador e a compressão gzip. Ambos acelerarão todo o seu site. A primeira torna o carregamento mais rápido para visitantes que retornam ao site, e a segunda comprime arquivos estáticos, tornando-os mais rápidos de carregar em seu navegador.

Caso tenha o WordPress instalado, recomendo também dar uma boa olhada nos plug-ins que estão ativados. Você está usando todos eles atualmente? Possivelmente alguns deles podem ser substituídos por outro plugin que combine todas as funções? O melhor conselho que posso lhe dar neste tópico é que menos é mais. Quanto menos plugins ativados, mais rápida sua instalação do WordPress poderá ser carregada.

2. Tentar ranquear as palavras-chave erradas

Se você deseja ranquear no Google, tem que ter certeza que está usando as palavras-chave para todas as páginas. Um dos maiores erros que eu frequentemente encontro é que os proprietários dos sites estão otimizando palavras-chave muito genéricas. Se você possui uma empresa relativamente pequena que deseja ranquear para “carro de aluguel”, você está mirando muito alto. Você deve tentar encontrar algo mais específico do que isso. De outra forma, você estará competindo com todos as empresas de alugueis de carro ao redor do mundo, o que é impossível de fazer! Então, pelo menos, certifique-se de adicionar a área em que sua empresa está localizada na palavra-chave. Isso fará com que a palavra-chave se torne de cauda longa, como nós chamamos.

Quanto mais longas e mais específicas as palavras-chave são, mais altas são as chances de ranqueá-las. Claro, isso também significa que o volume de pesquisa dessa palavra-chave diminui, mas você pode compensar isso otimizado muitas páginas em seu site para diferentes palavras-chave de cauda longa. Seu site eventualmente irá ganhar mais tráfego com todas essas palavras-chave combinadas, do que se você otimizasse uma palavra-chave principal, para a qual você nunca poderia ranquear na página 1 do Google.

3. Falhar em convidar as pessoas para visitar seu site

Meta-descrição (Meta Description) é o texto que aparece nas páginas de resultados dos motores de busca (SERPs) quando um site aparece para certas consultas. Isso inclui o título da página e sua meta-descrição. O título da páginas é ainda um dos fatores de ranqueamento mais importantes para o Google, então você precisa ter certeza de que eles estão otimizados corretamente em cada página. Isso significa adicionar a palavra-chave relevante para cada página em particular e certificar-se que o título de sua página não é muito longa. Se os títulos de suas páginas forem muito longos (atualmente 400 a 600 pixels), isso irá ser cortado no Google. Você não quer que os visitantes em potencial não consigam ler o título completo nos SERPs.

Como evitar erros comuns de SEO - Meta-Descrição - Tríscele

Exemplo de meta-descrição do site da Tríscele

As meta-descrições não são um fator de ranqueamento, mas ele desempenha um papel importante na otimização da sua Taxa de Cliques (CTR). A CTR dá uma visão sobre a probabilidade de os potenciais visitantes estarem realmente clicando em seu site nos SERPs. Se você otimizar suas meta-descrições com frases claras e atraentes sobre o que seu visitante pode encontrar em seu site, torna-se mais fácil para ele ver se a informação procurada está na página. Quanto mais os visitantes potenciais pensarem que seu site iá fornecer uma resposta para suas pesquisas, mais tráfego sua página ganhará.

4. Negligenciar a escrita de conteúdos incríveis

Em nosso blog, já publicamos artigos de como escrever conteúdos incríveis, mas frequentemente encontro sites que fazem um trabalho pobre ao escrever conteúdo. É importante certificar-se que todas as páginas de seu site possuem um conteúdo descente, com pelo menos 300 palavras. Você não pode esperar que o Google veja você como um expert em um tópico específico quando você tem apenas duas sentenças escritas sobre ele. Isso indica ao Google que suas páginas provavelmente não são o melhor resultado para a pesquisa.

Tenha em mente que você não precisa pensar no Google como seu público. Você escreve para seus visitantes e não para o Google. A missão do Google é organizar a informação do mundo e fornecer as melhores respostas possíveis. Assim sendo, escrever conteúdo de qualidade para seu público é também algo que imediatamente ganhará a aprovação do google.

5. Não trabalhar o “Call to Action” com seus visitantes

Uma vez que os visitantes estão em seu site, um objetivo importante é mantê-los no site. Você não quer que seus visitantes voltem imediatamente ao Google depois de lerem algo no seu site. É por isso que você precisa encorajar seus visitantes a clicarem através do seu site. A melhor maneira de fazer isso é criando um “call-to-action” (CTA), que geralmente é um botão que oferece uma ação para o visitante. Ele pode ser, por exemplo, um botão de “compra” na página de um produto, ou um botão de “inscrever-se” para as newsletters.

Banner Artigos SEO - Tríscele

Certifique-se que todas as páginas tenham um call-to-action, então o objetivo da página será claro. Se você adiciona múltiplos botões, você perde o foco da página e seus visitantes não iram chegar onde você quer que eles cheguem. Então, pense qual é o objetivo certo de cada página. Além disso, certifique-se que o CTA fica fora do seu design, então ele ficará claramente visível e não será perdido. Se o botão se misturar muito no design de sua página, isso atrairá menos cliques do que quando ele se destaca. Então não tenha medo de usar uma conta distinta!

6. Não pensar em frente: O futuro é mobile

Como o Google anunciou que no próximo ano ele irá trocar para a indexação mobile em primeiro lugar, você deve se preocupar em preparar seu site para essa mudança. “Indexação mobile em primeiro lugar” significa que o Google irá olhar para a versão móvel do seu site para decidir quão alto você deve ser ranqueado. Então, se a versão desktop do seu site estiver configurada de forma brilhante, mas a versão mobile do site não é responsiva, você tem muito trabalho para fazer se não quiser que seu ranqueamento caia no próximo ano.

Como evitar erros comuns de SEO - Tríscele - Resposivo

Versões mobile do site da Tríscele (Versão normal à esquerda e versão AMP à direita).

Uma excelente maneira de testar se seu site é pelo menos amigável para mobile é usando o teste de compatibilidade com dispositivos móveis do Google. Isto dará a você uma indicação se o Google pensa que seu site está em forma para exibir em dispositivos mobile. Mas não pare depois de checar isso. O melhor conselho que eu posso dar a você é visitar seu site em seu dispositivo móvel. Navegue em seu próprio site por enquanto e tente clicar em todos os botões, imagens e links para ver o que acontece. Está tudo funcionando como o esperado? Atualmente você pode comprar alguma coisa em seu site pelo smartphone? Todas as páginas estão sendo exibidas corretamente? Você verá que a maioria dos site tem algum trabalho para fazer.

Em resumo

Como consultor de SEO, vi muitos sites com os mesmos erros. Aprenda com o que eu incluí nesta publicação: foque na velocidade do site, escreva bons conteúdo e os otimize para as palavras-chave certas. Se você se certificar de que as pessoas queiram visitar seu site, tenha ótimos call-to-actions e prepare para o mobile, assim, você já está a caminho de um site bem otimizado!

Publicado na(as) categoria(as) Triscele e visualizado 94 vezes.

Deixe o seu comentário. Queremos ouvir a sua opinião.

6 − 4 =

chat seta
fale com a Tríscele